Boa tarde!           Sexta 28/02/2020   15:09
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Prazo para se inscrever no Conselho Consultivo do Parque da Ipiranga termina nesta terça dia 20/02
Prazo para se inscrever no Conselho Consultivo do Parque da Ipiranga termina nesta terça dia 20/02
Grupo vai trabalhar em conjunto com a prefeitura na manutenção e preservação do Parque Natural

19/02/2018 - 16:28 - Termina nesta terça-feira (20.02) o prazo de inscrição para os interessados em participar do Conselho Consultivo do Parque Natural Municipal Padre Quinha, unidade de conservação do grupo de proteção integral da cidade. Os interessados devem ir na sede da Secretaria de Meio Ambiente, na Av. Barão do Rio Branco, nº 2836, para se cadastrar. São três vagas para representantes de organizações da sociedade civil com atuação em área ambiental; uma do Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMDEMA); uma para entidades de ensino e pesquisa com atuação em Petrópolis e outra para o setor empresarial.

A gestão dos eleitos começa em março deste ano e segue até abril de 2020. O trabalho do conselho é desenvolver ideias em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente para a preservação do Parque Natural. O secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, destacou a importância da criação do grupo.

“O conselho consultivo trabalha na orientação, fiscalização, no auxilio e no aconselhamento da prefeitura para a manutenção e preservação do Parque Natural. Dessa maneira, vamos trabalhar em conjunto para garantir melhorias para os frequentadores, além de preservarmos um espaço muito visitado pelos turistas e pelos petropolitanos”, disse Fred Procópio.

Além da criação do Conselho Consultivo, a prefeitura também está desenvolvendo um projeto para reestruturação do local. A intenção é melhorar a infraestrutura do local e proporcionar mais atrações para os visitantes dentro do espaço. Essas ações visam tornar o espaço uma referência estadual de manutenção e preservação ambiental próximo a centros urbanos e, com isso, alcançar ainda mais visitantes por ano – em 2017, foram 28 mil visitas -, além de oferecer maior segurança aos frequentadores.

Apesar de possuir diversas trilhas em meio a mata e ser opção para quem procura por lazer e tranquilidade na natureza, falta estrutura para atender bem turistas e a população e os próprios funcionários que atuam no local. Por isso, a intenção é viabilizar recursos para diversas intervenções. A proposta é reestruturar o espaço em três frentes: infraestrutura, segurança e turismo.

“O Parque Natural tem 167 mil m² de Mata Atlântica, sendo uma unidade de conservação inserido em Área de Proteção Ambiental (APA) de Petrópolis, em uma área nobre da cidade. A prefeitura segue trabalhando em conjunto para melhorar esse espaço para os frequentadores”, garante Fred.
Programação dos filmes em cartaz