Boa noite!           Quinta 22/02/2018   21:28
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Notícias > Petrópolis lança Edital de Chamamento Público para outros tipos de Transporte na Cidade
Petrópolis lança Edital de Chamamento Público para outros tipos de Transporte na Cidade
Procedimento de Manifestação de Interesse abre às portas para novas propostas que deverão melhorar a mobilidade no município

Tecnologia inovadora, o MagLev, é uma das propostas que já tem interesse de implementação na cidade

11/02/2018 - 07:49 - A 14ª Conferência Municipal de Trânsito e Transportes lançou edital que abre às portas do município para o uso de outros tipos de transporte em Petrópolis. O edital apresentado busca projetos que apresentem viabilidade técnica e econômica-financeira, que irão beneficiar a população petropolitana caso seja aplicado na cidade. Tecnologia inovadora, como a do MagLev, é uma das que poderão ser implementadas. O projeto embrionário prevê a criação de um arco de 15,3 quilômetros, que vai do Bingen ao Quintandinha, passando pelo Centro, e capacidade de transportar até 130 mil passageiros ao dia.

No chamamento público apresentado pela CPTrans, é solicitado que as empresas conceituem todos os aspectos de aplicabilidade, instalação e funcionamento, que poderão ser necessárias para compor as peças de futura licitação destinada à implantação e operação de sistema de transporte. No estudo que deverá ser entregue à companhia até agosto, deverão conter informações sobre a máxima velocidade média operacional com o menor custo tarifário; a viabilidade do projeto, mediante demonstração das metas e resultados a serem atingidos, prazos de execução e de amortização do capital investido; harmonia com o Plano Diretor; indicação do impacto orçamentário-financeiro, entre outros.

“O Procedimento de Manifestação de Interesse é um passo importante em direção ao futuro da mobilidade urbana na cidade. É o primeiro procedimento para que empresas e grandes grupos apresentem propostas que deverão beneficiar a cidade a longo prazo. O número de veículos cresce a passos largos em Petrópolis e fechamos janeiro com 167.220 emplacados no município – é mais de um automóvel para cada três pessoas. Por isso, precisamos de outras formas de transporte. Pensar na mobilidade urbana inclui vários aspectos e um deles é ter a real noção de como será o futuro na nossa cidade. Sabemos que esse assunto foi negligenciado por diversas administrações, mas nós, conforme orientação do prefeito Bernardo Rossi, estamos correndo atrás desse prejuízo”, destaca o diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco.

A proposta de implementação do MagLev sai na frente como alternativa de transporte em Petrópolis. A tecnologia desenvolvida na UFRJ em parceria com a Coppe e Lasup baseia-se em trem de levitação, que se move sem atrito com o solo durante seu deslocamento. No Brasil existe apenas um equipamento na Universidade Federal do Rio de Janeiro, que está em fase de testes, mas na China, país que o Brasil assinou um acordo de US$ 20 bilhões para financiamento de projetos no setor de infraestrutura, o equipamento já está consolidado.

“Esse recurso poderá ser utilizado para financiar a implementação do sistema em Petrópolis. Nossa proposta, com o MagLev, contará com tecnologia inglesa de ponta, além de estudos do próprio de Eduardo Gonçalves David, que é um dos que tem a patente dessa tecnologia no Brasil. Então, nossa intenção agora é montar um grupo para elaboração de um projeto detalhado dentro do que o edital apresentado define. Petrópolis pode ser a primeira cidade do país a ter o MagLev funcionando de forma plena. Inicialmente, nossa proposta é que ele saia do Quitandinha, passe pelo LNCC, Ponte Fones, Alto da Serra, Fábrica Dª Isabel até o Centro na altura da Praça São Pedro de Alcântara. De lá, parte para o Bingen, completando o arco que estamos propondo”, destaca a engenheira Angela França Pedrinho, uma das idealizadoras do projeto em Petrópolis.
Spa Serra Morena