Boa noite!           Segunda 20/11/2017   22:49
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Notícias > Famílias celebram acordo que garante Auxílio Emergencial
Famílias celebram acordo que garante Auxílio Emergencial
Reunião que definiu a ajuda aconteceu na manhã de segunda-feira
 
13/11/2017 - 18:01 - Os moradores da comunidade do Zizinho, área evacuada no sábado à noite, no Contorno, às margens da BR-040, participaram de uma reunião nesta segunda-feira (13.11), na ONG Aldeia Criança, em que celebraram acordos que garantem auxílio emergencial por parte da concessionária que administra a rodovia, a Concer. Isso graças a uma ação ingressada pela prefeitura e com decisão judicial emitida na madrugada do último domingo (12.11),  pelo juiz titular da 4ª Vara Cível, Jorge Martins, determinando que a empresa amparasse as famílias da mesma forma como foi feito com 55 outros núcleos familiares atingidos na terça-feira (07.11) quando ocorreu o desastre. Participaram do encontro representantes do Ministério Público Federal (MPF), das secretarias de Defesa Civil, Assistência Social e de Serviços, Segurança e Ordem Pública, além da população.

A concessionária vai pagar R$ 1 mil para auxílio aluguel, kits de higiene e cestas básicas para as 40 famílias do novo trecho que precisou ser interditado.  “Todas as frentes de trabalho são importantes, como a atuação do município e a cobrança das responsabilidades da concessionária. Esse encontro é mais um passo para garantir os direitos dos moradores que foram afetados pelas novas interdições da Defesa Civil. Assim como fizemos com a população que vive próxima a cratera, precisamos mostrar o passo a passo de cada ação e ter a garantia que serão assistidos”, disse Charles Pessoa, procurador da Republica.

No último domingo, moradores fizeram um protesto fechando a pista da BR-040, no sentido Juiz de Fora, cobrando a presença da Concer junto à comunidade. A manifestação foi encerrada depois de reunião entre Alcimar Penna, diretor da empresa; os defensores públicos Andrea Carius e Cleber Alves e ainda Paulo Renato Vaz, secretário de Defesa Civil de Petrópolis. “Desde o início a prefeitura está ao lado dos moradores, com a presença da Guarda Civil, das equipes da Secretaria de Assistência Social e dos nossos agentes. Seguimos acompanhando para garantir que a população tenha toda assistência necessária neste momento”, disse Paulo Renato.

João Batista da Costa reconheceu os esforços dos agentes da Defesa Civil desde o momento da abertura da cratera, agradeceu o suporte dado pelo órgão no sábado e espera que o acordo com a Concer seja cumprido. “Infelizmente não dá para pegarmos nossas coisas, sabemos o alto risco em que estamos e agradecemos o suporte da Defesa Civil, que está o tempo todo com a gente. A Concer disse que iria comprar para gente as coisas mais básicas, como geladeira e fogão, mas até agora nada. Esperamos que depois de hoje eu consiga uma solução”, afirmou.

Alexandre Gerônimo comemorou a oportunidade do diálogo oferecido pela prefeitura com a Concer e disse que os moradores estão preocupados com a ausência da empresa. “A gente sabe que tem apenas um funcionário da Concer trabalhando para resolver tudo. Aqui é uma série de coisas que relatamos: a falta de informação por parte deles, o medo de termos nossas casas saqueadas, sem falar que não sabemos quando vamos voltar as nossas rotinas. Ainda bem que existe o diálogo com os agentes da Defesa Civil, que sempre buscam nos ouvir e ajudar de alguma forma”, agradeceu.

A Secretaria de Assistência Social mantém as equipes atuantes nos locais na segunda e terça-feira (14.11) para cadastramento e levantamento das necessidades dos moradores e continuará acompanhando a assistência prometida pela empresa com o fornecimento de cestas básicas, kits de higiene pessoal e aluguel provisório. Ao todo, até o momento, são 40 famílias cadastradas – 131 pessoas.

“Continuamos cobrando que a Concer faça o mesmo o que fizeram com as famílias da semana passada – cestas básicas, kits de higiene além do cheque de aluguel. Nós continuaremos levantando as necessidades assistenciais dessas famílias a Saúde também se prontificou a mandar uma equipe para o ponto de apoio caso haja necessidade de atendimento. A prefeitura está mobilizada para garantir que essas famílias tenham seus direitos garantidos”, afirma Denise Quintella, secretária de Assistência Social.
Spa Serra Morena