Bom dia!           Quinta 20/02/2020   11:33
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Ipês dão Novas Cores e alegram Espaços Públicos em Trajano de Moraes
Ipês dão Novas Cores e alegram Espaços Públicos em Trajano de Moraes
06/11/2017 - 20:00 - Imagina uma florada de ipês tímida, com poucas flores ou quase nada. Imaginou? Assim eram os pés que compõem o espaço da Praça Nilo Peçanha, no Centro de Trajano de Moraes – na Região Serrana do Rio. De olho nessa florada tímida, o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos Ralph Moreira em parceria com agentes da Defesa Civil Municipal, e funcionários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, podaram as árvores da praça no meado deste ano. O resultado veio agora. Elas estão cheias de flores e embelezando o local.
 
Geralmente os ipês mostram toda sua beleza no mês de setembro. Mas em Trajano de Moraes, a florada atrasou um pouco. E a causa desse atraso, o secretário municipal interino do Meio Ambiente, David Campos, acredita serem as podas feitas na época. “Ela pode ter dado mais força e renovação às espécies e também por conta do período de seca - aliado às altas temperaturas de nossa cidade. Muitas resolveram dar o ar da graça no final do mês de outubro e algumas árvores estão florindo agora, ou seja, no mês de novembro”, explicou David.
 
O florescimento demorou, mas aconteceu de forma mais intensa, colorindo a cidade. Quem passa pelo local logo para e registra uma foto. A florada dos ipês virou atração nas redes sociais e destaque nos perfis dos usuários. “Acho legal essa troca que a população faz ao fazer uma foto selfie com as árvores no fundo. Na época fomos muito criticados por uma minoria de pessoas por ter feito a poda. Mas cabe explicar que a poda em algumas árvores se faz necessária para dar mais vida a ela e renovação aos elementos que compõe ela. E tudo foi feito com orientação de um técnico”, explicou o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos Ralph Moreira.
 
Em média as flores do ipê duram três dias. Quem afirma essa informação é a carioca Silvia Andrade, que diz amar e saber tudo sobre os ipês. Ela estava de passagem pela cidade e diz que não cansa de admirar a beleza. “Elas estão colorindo as ruas, praças, estradas e jardins da cidade com flores que vão do amarelo, roxo e rosa. As primeiras a desabrocharem, roxas e rosas, e, agora, as amarelas, num colorido especial que encanta pela beleza e dá mais vida à paisagem ainda seca por causa da baixa umidade do ar”, disse Silvia.
 
Mas infelizmente é um espetáculo que dura pouco, pois logo todas as flores caem novamente. Não dá para resistir à beleza dessas plantas, como a que existe no espaço da represa da Floresta Estadual José Zago, e que diariamente, atrai os olhares de quem passa perto. A servidora pública Rosângela da Silva diz que não cansa de admirar os ipês amarelo essa época do ano. 
Programação dos filmes em cartaz