Boa tarde!           Segunda 14/10/2019   12:21
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Exposições > Colagens e técnica mista sobre papel dão vida à exposição Papel – Nuance e Formação na Galeria Van Dijk
Colagens e técnica mista sobre papel dão vida à exposição Papel – Nuance e Formação na Galeria Van Dijk
Mostra do artista plástico Robson Jordão já está em cartaz no Centro de Cultura Raul de Leoni
 
11/10/2017 - 17:49 - Uma proposta de reciclagem de papéis que funcionam tanto como suporte e elementos para confecção de obras criadas a partir de colagens e técnica mista sobre papel. O resultado são peças de arte incríveis que podem ser conferidas na exposição, em cartaz na Galeria Van Dijk. A mostra do artista plástico Robson Jordão fica aberta ao público até dia 27 deste mês no Centro de Cultura Raul de Leoni. A visitação pode ser feita de segunda a sábado, de 10 às 17h com entrada gratuita.
 
Nos mais de 30 trabalhos de técnica mista, a colagem se mescla ao desenho e pintura e com a entrada das formas, linhas e campos de cores, a história ganha contornos mais abstratos. Os trabalhos bidimensionais são apresentados em pequenos e médios formatos. Como diz o próprio artista, é “coleção de memórias próprias e “roubadas”, organizadas como elementos que contam histórias numa poética pessoal”.
 
Bacharel em Pintura pela Escola de Belas Artes (UFRJ), Robson brinca com diversos materiais e descobre formas para dar vida ao papel até então inutilizável. “Me interessa a versatilidade e possibilidade de reciclagem do papel tanto como suporte quanto como elemento constituinte do trabalho. Existe uma relação entre o papel como suporte com a ideia de dar uma função plástica ao papel que seria descartado. Os processos e materiais utilizados são variados e não se repetem sistematicamente em todos os trabalhos. Eles são utilizados de acordo com as exigências e necessidades de cada um”, explica o artista.
 
Segundo ele, para sua arte não existe um tema claro que una os trabalhos, mas muitos são realizados em série. As peças, no entanto, conversam entre si naturalmente, já que todas são parte do mesmo processo criativo. A ação criativa é orientada pela matéria escolhida pelo artista, nesse caso o papel, e é transformada pelo fazer artístico, sem perder seu caráter.
 
“Não faço um só trabalho do começo ao fim, mas sim vários trabalhos simultaneamente. Eles não seguem um tema comum ou técnica única comum, como se tem geralmente em séries. A própria prática artística une as peças. A arte está no fazer artístico. Não há nenhuma “intenção” a priori. O trabalho acontece como consequência do fazer”, frisa.
 
No currículo de Robson Jordão o artista reúne participação em coletivas, no 13º Salão da Escola de Belas Artes, Rio de Janeiro; e exposições individuais, na Semana das Artes no Laboratório Nacional de Ciências da Computação e no Espaço EBA7 no Campus da UFRJ, tendo também sido contemplado com o Prêmio Belvedere de Arte Contemporânea – Paraty. Também se dedica ao aprimoramento do trabalho em cursos na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e online. No mês de outubro, os petropolitanos e visitantes poderão conferir o resultado do trabalho do artista na Galeria Van Dijk.
 
Serviço:

Tema: Exposição Papel – Nuance e Formação

Data: de 7 a 27 de outubro

Local: Galeria Van Dijk, no Centro de Cultura Raul de Leoni
Endereço:  Praça Visconde de Mauá, nº 305
Tel.: (24) 2233-1221 
Bairro: Centro
Cidade: Petropolis

Visitação: de segunda a sábado, de 10 às 17h
Ingresso Gratuita
Programação dos filmes em cartaz