Boa tarde!           Sábado 19/10/2019   12:13
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Exposições > Centro de Cultura Raul de Leoni recebe exposição e mesa redonda sobre Machado de Assis durante a Flisi
Centro de Cultura Raul de Leoni recebe exposição e mesa redonda sobre Machado de Assis durante a Flisi
Festa Literária da Serra Imperial acontece de 30 de agosto a 2 de setembro.
 
Exposição ficará em cartaz de 31 de agosto até 30 de setembro
 
20/08/2017 - 08:50 - Coração cultural de Petrópolis, o Centro de Cultura Raul de Leoni ganha o presente de ser um dos palcos da 2ª edição da Festa Literária da Serra Imperial - uma comemoração aos 40 anos de sua fundação. A Flisi estará no espaço com uma exposição sobre Machado de Assis e sua relação com a Cidade Imperial - presente em algumas de suas obras - que também será tema de uma mesa redonda no dia 1º de setembro. Homenageado desta edição, que celebra ainda os 120 anos da Academia Brasileira de Letras, a mostra envolvendo Machado de Assis ficará em cartaz de 31 de agosto até 30 de setembro.
 
“É uma honra esse espaço que respira cultura e tem a terceira principal biblioteca do estado, receber parte de um evento tão importante como a Flisi. Um evento que valoriza e fomenta o segmento literário. Mais ainda ser palco de uma exposição tão valorosa como essa. Que traz imagens da nossa bela Cidade Imperial costuradas por poemas desse grande escritor que foi Machado de Assis, e que tinha um apreço por Petrópolis presente em sua obra”, comenta o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo.
 
Na exposição A Serra Imperial de Machado de Assis e seus melhores poemas, o público vai conferir 15 fotografias de Petrópolis – que fazem parte do acervo da Biblioteca Nacional – associadas às poesias do grande escritor. Um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras em 1897 - instituição a qual presidiu até sua morte em 1908 - Machado de Assis teve seu primeiros artigos publicados no jornal Parahyba, o primeiro impresso de Petrópolis – em circulação entre 1857 e 1859.
 
“A curadoria da exposição passa pelo período de vida de Machado de Assis. Por meio das imagens e os fragmentos poéticos correspondentes, é como se Machado caminhasse por uma Petrópolis a seu tempo. A exposição estará ornamentada com ypés, que são muito característicos em Petrópolis e são para ambientar os painéis com as imagens e textos”, explica Cristina Oldemburg, presidente do Instituto Oldemburg, realizadora da Flisi.
 
A Cidade Imperial foi ambientada em alguns dos contos e em um romance do Bruxo do Cosme Velho, ainda que para alguns sua estadia em Petrópolis nunca tenha sido, de fato, comprovada.
 
“Vir a Petrópolis era chique e glamoroso, por causa da corte e de D. Pedro, a quem ele tinha muito apreço. Machado de Assis esteve diversas vezes em Petrópolis, vindo de trem, segundo pesquisas de seus principais biógrafos. Ele conhecia muito Petrópolis e isso está nítido na ambientação das personagens em algumas de suas obras”, defende Marcelo Fernandes, professor de Literatura e Gerente do CCRL, que vai participar da mesa redonda com os professores Suzana Klôh e Leandro Rodrigues, que vai mediar o bate papo. O encontro será no dia 1º de setembro, às 18h, no Teatro Afonso Arinos.
 
A exposição A Serra Imperial de Machado de Assis e seus melhores poemas estará na Galeria Van Dijk e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, de 10 às 17h. Durante a Flisi, o público poderá participar das visitadas guiadas que vão acontecer nos dias 31 de agosto, às 15h; 1º e 2 de setembro, em dois horários, às 11h e 15h.
Programação dos filmes em cartaz