Boa tarde!           Terça 30/11/2021   13:09
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Prefeitura promove implantação do​ Programa Saúde na Escola
Prefeitura promove implantação do​ Programa Saúde na Escola
I Encontro petropolitano do programa saúde na escola será na quarta-feira (02.08)
 
31/07/2017 - 18:13 - A prefeitura promove na quarta-feira (02.08), o 1º Seminário Petropolitano do Programa Saúde na Escola (PSE). O objetivo éimplantar 12 ações de prevenção e promoção da Saúde diretamente nas unidades de ensino. A expectativa é que 150 pessoas participem do encontro, que será realizado no auditório do Laboratório Nacional de Computação Científica – LNCC a partir das 8h. Conforme diretriz do Ministério da Saúde, o município terá até novembro para implantar todas as ações preconizadas.
 
Para garantir o recebimento do recurso mensal, no valor de R$ 5,6 mil a cada 600 estudantes envolvidos nas ações programadas, a prefeitura teve que reestruturar o programa iniciado em 2013 cumprindo a diretriz publicada pelo Ministério da Saúde pela portaria Nº 1.055 de 25 de abril de 2017.  
 
Entre os novos serviços que serão garantidos aos estudantes estão a atualização do calendário vacinal e ações de promoção àsaúde, como prevenção à obesidade, cuidados com a saúde bucal, auditiva e ocular, combate ao mosquito Aedes aegypti, incentivo à atividade física e prevenção de DST/Aids.
 
Uma equipe da Secretaria de Saúde do Estado virá conduzir o treinamento aos profissionais da Saúde e Educação. O secretário de Saúde, Silmar Fortes explica que as 59 escolas inseridas no programa foram divididas em seis regiões com cobertura de atendimentos dos Postos de Saúde da Família para potencializar as ações já desenvolvidas e proporcionar as vertentes das novas diretrizes do PSE.
 
“Na nossa reestruturação realizamos um mapeamento dentro das 186 unidades de ensino do município para verificarmos quais ações estão ocorrendo com regularidade e quais precisamos implantar ou regularizar. Priorizamos para esse fim de semestre as ações nas escolas com cobertura dos postos, mas pretendemos avançar com as ações em toda rede municipal de ensino a curto prazo”, avalia  Silmar Fortes.
 
O PSE é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas. Durante o processo de reestruturação do programa uma equipe técnica da educação auxiliou aSaúde em todo o processo de organização de novos fluxos e protocolos de atividades.
 
“Buscamos um trabalho integrado justamente para traçarmos, em conjunto, às estratégias de acordo com o perfil de cada região. No seminário iremos propor oficinas para traçar metas e prazos de implantação das ações do programa. A expectativa é que no fim do ano possamos ter um cenário de como estão ocorrendo as ações de promoção e prevenção a saúde e o que precisamos avançar ou aprimorar”, afirma Nanci Barillo, encarregada da área técnica de Saúde na Escola.
 
“Todas as seis regiões deverão implantar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti que é a meta principal preconizada pelo Ministério da Saúde. Cada região terá de duas a três metas para implantar até novembro de acordo com as necessidades apontadas pelos educadores, ao final do cronograma, outras ações serão distribuídas a fim de garantir um avanço na qualidade de vida e saúde das crianças e adolescentes”, disse Patrícia Ramos Pereira Rodrigues, coordenadora das Áreas Técnicas de Saúde.
Programação dos filmes em cartaz