Boa noite!           Segunda 20/11/2017   22:46
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Notícias > Prefeitura e Enel lançam Plano Verão: ações preventivas iniciam em quatro locais
Prefeitura e Enel lançam Plano Verão: ações preventivas iniciam em quatro locais
Parceria servirá para evitar que a queda de árvores possa interromper o fornecimento de energia

Secretaria de Obras ainda vai sugerir outros bairros para receber essa intervenção

13/07/2017 - 17:10 - A prefeitura e a Enel, concessionária de energia elétrica, organizaram o Plano Verão, de ações preventivas à falta de luz ocasionada por quedas de árvores. Até dezembro quatro locais vão receber uma rede subterrânea: Getúlio Vargas, Valparaíso, Centenário e Bonfim, população estimada, nas ruas onde o serviço será realizado, em 50 mil pessoas. Outros locais serão estudados para receber o mesmo sistema que inicia como projeto-piloto. O programa foi acertado nesta quinta-feira (13.07) entre o prefeito Bernardo Rossi e a equipe da concessionária, sob o comando do executivo de atendimento do governo, José Américo Rocha.

Com as redes subterrâneas a meta é evitar, nas chuvas de verão, queda de árvores que provocam o rompimento de cabos de transmissão de energia elétrica e a derrubada de postes.

“Essa uma intervenção que vai aliviar muito os moradores, o comércio e todos que vivem ou trabalham nesses locais. Mas, além disso, já determinei que a Secretaria de Obras aponte outros bairros, principalmente nos distritos e áreas com muitos leitos de hospedagem, para receber esse serviço”, disse o prefeito.

A Secretaria de Obras vai abrir os buracos subterrâneos e a Enel fará a passagem dos cabos. O plano é que esses locais fiquem prontos antes do próximo verão, já trazendo um alívio nas áreas determinadas pela empresa.

“É um trabalho simples, que vai abrir os espaços e a concessionária entrará com os equipamentos de transmissão de energia. Uma ideia de fácil execução, mas que vai ajudar a evitar perdas de aparelhos eletrônicos em casa, por exemplo. Vamos voltar a nos reunir com a Enel já na próxima semana para definir os detalhes das intervenções”, afirmou o secretário de Obras, Ronaldo Medeiros.

Segundo a Enel, são mais de quatro mil clientes na Rua Pedro Stumpf Sobrinho (Centenário), mas quando há queda de árvores ou deslizamentos de terra acabam danificando postes, o número de clientes afetados é seis vezes maior, porque o problema acaba se estendendo aos moradores do Alto da Derrubada, Moinho Preto e Duarte da Silveira. Por isso, a intervenção será feita em 110 metros.

Na Av. Getúlio Vargas (Quitandinha), são 3,5 mil clientes, mas quase o triplo é afetado, porque os moradores das ruas Rio de Janeiro e Espírito Santo também são atingidos. A obra por ali vai acontecer em 105 metros.

Na Rua Lopes de Castro (Valparaíso), na subida da Batata Frita, são 3,6 mil clientes. Por lá, o trabalho será feito em 170 metros e vai reduzir o impacto causado a mais de 6,3 mil clientes de Valparaíso e Quitandinha.

Já na Rua Dr. Agostinho Goulão (Bonfim) será feito o maior serviço: a obra será feita em 490 metros de uma via rodeada de árvores. A empresa tem 1,2 mil clientes, com impacto a 3,7 mil quando a queda de árvores força a interrupção do fornecimento.

Além do prefeito e representantes da Enel, o vice-prefeito Baninho, o diretor de manutenção viária da Secretaria de Obras, Ericson Lobato, e do presidente da Câmara, Paulo Igor participaram da reunião.
Spa Serra Morena