Boa noite!           Quinta 02/12/2021   04:15
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Prefeitura mantém Farmácias Populares Abertas
Prefeitura mantém Farmácias Populares Abertas
Atendimentos passam a ser de 8 às 17h com intervalo de 1h para almoço
 
09/06/2017 - 17:45 - A prefeitura garantiu o funcionamento das duas unidades de Farmácia Popular em Petrópolis, programa que será extinto pelo governo federal. Desde sexta-feira (02.06), o funcionamento passou a ser de 8 às 17h, com intervalo de 1h para almoço a partir das 12h. A Secretaria de Saúde não registrou impacto no atendimento que mantém um movimento diário de cerca de 200 pessoas no centro da cidade e cerca de 50 em Corrêas. Apesar de o Ministério da Saúde ter comunicado o encerramento do Programa Farmácia Popular no país no último dia (28.04), em Petrópolis o prefeito Bernardo Rossi determinou que ambas continuassem abertas.
 
A Secretaria de Saúde, até o momento, vem recebendo os recursos federais para a manutenção da estrutura e o fornecimento dos medicamentos pela FioCruz que serão mantidos até que haja a publicação de uma portaria específica desabilitando as unidades. A prefeitura vai assumir os espaços e reordenar a rede de distribuição de medicamentos. Haverá uma ‘farmácia polo’ localizada no Centro de Saúde e que distribuirá todos os medicamentos ofertados pelas farmácias populares. Já as farmácias populares do Centro e de Corrêas vão ser pontos de distribuição de medicamentos garantidos a partir de mandatos judiciais.
 
“Para garantir a continuação do fornecimento dos medicamentos, estamos nos estruturando para criar uma farmácia polo, que é uma indicação do nosso prefeito. Com criação de uma central de cadastro dos programas de farmácia básica poderemos fornecer os mesmos medicamentos oferecidos pela farmácia popular, mas desta vez na farmácia do Centro de Saúde”, explica o secretário de Saúde, Silmar Fortes.
 
O programa ‘Aqui tem Farmácia Popular’ ligado às redes de farmácias particulares continuará sendo disponibilizando no município com 32 tipos de medicamentos. A dona de casa Maria Cleuza de Souza, 58 anos, é diabética e mensalmente compra 6 remédios dos 112 ofertados pela Farmácia Popular.
 
“Foi um grande alívio saber que não ia fechar. São muitos remédios para comprar em um mês e a maioria eu consigo de graça aqui, ou com o preço bom nas farmácias que vendem com desconto”, disse Maria Cleuza.
 
A farmacêutica da unidade do Centro, Aline Mazurec explica que nos primeiros dias de ajustes a população já se acostumou ao novo fluxo.
 
“O movimento aumenta um pouco no horário do almoço, mas não é nada que gere transtorno. Nós conseguimos organizar o atendimento logo nos primeiros dias e a população entendeu que se fez necessário para manter as unidades abertas. Enquanto haver o abastecimento por parte da Fio Cruz vamos manter o atendimento diariamente”, afirma Aline Mazurec.
 
O novo ordenamento das farmácias vai utilizar futuramente as unidades do Centro e de Corrêas para a distribuição de medicamentos garantidos via mandados judiciais e como ponto de fornecimento de medicamentos especiais enviados pela Secretaria de Saúde do Estado. Os espaços também vão dispor de uma central de cadastros dos programas de farmácia básica que distribuem os mesmos medicamentos disponibilizados pela Farmácia Popular.​
Programação dos filmes em cartaz