Boa noite!           Terça 07/12/2021   02:17
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Campanha da Prefeitura será apresentada em debate da ONU
Campanha da Prefeitura será apresentada em debate da ONU
“Xô Mosquito” será destaque no evento da ONU sobre redução do risco de desastres
 
04/04/2017 - 15:11 - O trabalho realizado pela Secretaria de Defesa Civil em apoio à campanha “Xô Mosquito”, organizada pela Prefeitura de Petrópolis, vai ser apresentado no evento da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre redução de risco de desastres. A campanha, que envolveu também as secretarias de Educação e Saúde no combate ao vetor transmissor da dengue, zika e chikungunya, foi selecionada como destaque por um júri do Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres (UNISDR).No encontro, cientistas e profissionais do assunto vão debater sobre as ações do Marco de Sendai – que desde 2015 busca diminuir a quantidade de mortes, destruições e deslocamentos causados por desastres naturais em todo o planeta.

O evento organizado pela ONU acontece no México, na cidade de Cancún, entre os dias 22 e 26 de maio. “Desde o início do governo, estamos trabalhando de forma preventiva. O resultado da campanha foi excelente, com a redução de quase 96% no número de casos de dengue, em comparação com o ano passado. O reconhecimento da ONU mostra que estamos no caminho certo”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Para o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz, apesar do pouco tempo de trabalho, os números mostram que a campanha foi um sucesso. “Esse é um resultado bastante expressivo, vindo de um órgão de importância mundial, obtido em menos de 100 dias de governo. Isso mostra que estamos no caminho certo, com foco na prevenção e proteção da população petropolitana”, afirma.

Durante a campanha “Xô Mosquito”, os agentes da Secretaria de Defesa Civil cumpriram o cronograma inicial de atender 69 Centros de Educação Infantil (CEIs), 14 abrigos de idosos e mais quatros creches, chegando a mais de quatro mil pessoas, entre crianças e adultos. Desde então, a Defesa Civil está mobilizada apoiando a Secretaria de Saúde na campanha de vacinação contra a febre amarela, que conta com o apoio também do Exército, Aeronáutica e Cruz Vermelha.

“Por determinação do prefeito Bernardo Rossi, estamos trabalhando de forma integrada pensando na população petropolitana. A reunião de esforços fez o sucesso da campanha. Destaco também a participação das Forças Armadas e da Cruz Vermelha”, disse Paulo Renato.

Neste ano, Petrópolis registrou apenas 26 casos de dengue– uma redução de quase 96% no número de casos em comparação ao ano passado. Em 2016, foram 789 notificações -  com dois óbitos devido a complicações decorrentes da doença. O número de casos de Zika, que em 2016 atingiu 361 pacientes, neste ano foi reduzido a zero. Dados da Secretaria de Saúde mostram ainda que a Chikungunya, que contaminou oito pacientes no ano passado, teve apenas quatro casos registrados - todos ainda sem confirmação.

“Os dados deste ano mostram que podemos vencer o mosquito. Vamos trabalhar muito para que no ano que vem, o número de casos seja ainda menor”, afirma o secretário.
Programação dos filmes em cartaz