Bom dia!           Domingo 15/12/2019   11:41
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Entretenimento > Eventos Permanentes > Destaques da cultura petropolitana serão conhecidos em noite de festa no Prêmio Maestro Guerra-Peixe 2017
Destaques da cultura petropolitana serão conhecidos em noite de festa no Prêmio Maestro Guerra-Peixe 2017
Theatro D. Pedro será palco da cerimônia de entrega, que acontece neste sábado (18.03), às 20h
 
17/03/2017 - 11:56 - Os destaques da cena cultural petropolitana em 2016 serão conhecidos em noite de festa, neste sábado (18.03), na entrega do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura. Marcada para 20h, a cerimônia aberta ao público volta a ser realizada em um dos principais palcos da Cidade Imperial, o Theatro D. Pedro.  São 42 indicados nas 10 categorias, além do Notório Reconhecimento, que exaltam a diversidade e riqueza cultural no cenário local.
 
“Petrópolis respira cultura. O prêmio é a valorização dos artistas locais, que são patrimônio de Petrópolis. E mostra como a cidade é celeiro de tantos talentos”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.
 
“Esse é um dia especial na trajetória desses artistas e agentes culturais, pois é o momento em que vêem que de fato seu trabalho foi reconhecido e valorizado. E também para a Cultura da cidade, que engrandece e se fortalece com tantas manifestações e produções legitimamente petropolitanas”, frisa Leonardo Randolfo, presidente da Fundação de Cultura e Turismo, que organiza a premiação.
 
Petrópolis é berço de nomes reconhecidamente importantes na cena cultural nacional, como César Guerra-Peixe, que inspira o prêmio, criado em 2010, com o intuito de valorizar e destacar o melhor da cultura local em todas suas manifestações e vertentes. O objetivo é reconhecer e incentivar, cada vez mais, as produções culturais da Cidade Imperial.
 
“Valorização, incentivo e reconhecimento são os pilares do prêmio, que surgiu para fortalecer a classe artística petropolitana. Temos trabalhos e produções incríveis, mas é preciso que se dê valor a essas iniciativas e o prêmio destaca muito bem isso. Só as indicações já são um grande reconhecimento. E na entrega, quando se conhece os vencedores, é a noite de glória. É o “Oscar” da cultura petropolitana”, enfatiza o músico Marco Aurêh, coordenador e diretor artístico do prêmio.
 
Obras avaliadas em 2016 serão contempladas
 
Na noite deste sábado (18.03) serão premiados os trabalhos analisados durante todo o ano de 2016. São 10 categorias, além do Notório Reconhecimento, que nessa edição vai contemplar dois nomes representativos da cultura petropolitana: o artista plástico Luiz Áquila e o maestro Gilberto Bittencourt. Foram avaliadas obras da Música Popular; Música Erudita; Artes Visuais; Literatura; Comunicação; Audiovisual; Teatro; Dança; Produção Cultural; Categoria Especial.
 
Conheça os Indicados:
 
MÚSICA POPULAR
 
Ana Sampaio, pelo espetáculo “80 anos de Maysa”;
Gus Monsanto, pelo álbum “Karma Café”
Banda Hover, pelo álbum “Never Trust the Weather” 
Daniel Miranda e Paulo Sá, pela apresentação no Palácio Itaboraí
 
MÚSICA ERUDITA
 
Anna Leone, pelo concerto “Violão solo”
Canarinhos de Petrópolis, Meninas dos Canarinhos de Petrópolis e Orquestra Filarmônica de Petrópolis, pelo concerto “Réquiem de Fauré”
Gustavo Quaresma, pelo destaque no oratório “A Paixão segundo São João”, de Bach
Canarinhos de Petrópolis, Meninas dos Canarinhos de Petrópolis e Orquestra Filarmônica de Petrópolis, pelo concerto do oratório “A Paixão segundo São João”, de Bach
 
TEATRO
 
Cia. de Teatro Bobos da Corte, pelo espetáculo “A Estrela do Circo”
Cia. Teatral Pano em Cena, pelo espetáculo “Beijo no Asfalto”
Grupo Teatral Povo do Cafundó, pelo espetáculo “Ciranda dos Pássaros”
Teatro Circense Andança, pelo espetáculo “Da Outra Margem do Rio”.
 
DANÇA
 
Ballet Heloisa Schanuel, pelo espetáculo “Sonho de uma noite de verão”
Cia. de Dança Hip Boi, pelo espetáculo “Índios do Brasil”
Cia. Ritmo das Ruas, pelo espetáculo “Na Rua Também tem Arte”
Geovane Silva, pelo espetáculo “Tempo”
 
ARTES VISUAIS
 
Camilo Moreira - Exposição “Criando e Perpetuando Objetos”
Cláudio Partes - Exposição “Arqueologia Contemporânea”
Lua Machado - Exposição “As faces da Lua” 
Lúcia Lage - Exposição “Náufragos”
 
LITERATURA
 
Carmem Teresa Elias - “Perdidos Atávicos”
Catarina Maul - “Contando e Cantando os Sonhos de Dumont”
Dom Gregório Paixão - “A Catedral de Petrópolis”
Miguel Barreto - “A Indústria do Mero Aborrecimento”
 
AUDIOVISUAL
 
Diana Iliescu, pelo filme “Ordenha”
Gregori Bastos, pela produção no videoclipe “Horário de Verão”
Mateus Tavares, pelo “Medologia”, canal no Youtube
Soma Skate Arte, pelo filme “Interiorano”
 
COMUNICAÇÃO
 
Agenda Cultural – Diário de Petrópolis
Jeane Avellar – site “Petrópolis para Crianças”
Marianne Wilbert - Site “Acontece em Petrópolis”
Rodrigo AK Henter - Blog “Keep it Real”
 
PRODUÇÃO CULTURAL
 
Ensino Médio Integrado em Produção de Áudio e Vídeo - 7° Mostra Audiovisual
Estúdio Aldeia - Programação cultural anual
Fórum Itaboraí - Quartas Culturais
Nação Hip Hop – 2° Festival de Cultura Urbana
 
CATEGORIA ESPECIAL
 
Comissão Municipal da Verdade, pela Semana da Memória, Verdade e Justiça
Editora Vozes, pelo lançamento da Coleção “Vozes de Bolso”
Inter TV de Petrópolis, pelo Espaço Cultural Inter TV
Linda Feitoza, pelo Clube de Leitura Leia Mulheres
 
CATEGORIA “NOTÓRIO RECONHECIMENTO”
 
Luiz Áquila – Pintor, desenhista, gravador, professor
Maestro Gilberto Bittencourt
 
JANELA PARA A SAUDADE - AGENTES CULTURAIS FALECIDOS EM 2016
 
Frei Antônio Moser
Moisés Pregal
Gian Calvi
Marcos Balthar
Sidônio Fernandes
Regina Adão
Diogo Bento
Luis Fernando
Marcelo Rocha
Flora Guerra-Peixe Müller
Maria Chermont
Bety Watkins
Programação dos filmes em cartaz