Boa tarde!           Sábado 21/10/2017   13:55
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Musculação ajuda no Tratamento da Hipermobilidade Articular em Crianças e Adolescentes
Musculação ajuda no Tratamento da Hipermobilidade Articular em Crianças e Adolescentes
17/03/2017 - 11:23 - Os movimentos do corpo humano são resultado da ação dos músculos sobre os ossos do nosso corpo, que por sua vez, são unidos através de articulações “amarradas” por ligamentos. Para que haja estabilidade ao se mexer, esses ligamentos limitam a amplitude de cada movimento, evitando assim lesões. No entanto, indivíduos portadores de Hipermobilidade Articular possuem grande variação nessa amplitude, sobrecarregando as articulações e aumentando os riscos de traumas na região, principalmente nas articulações dos membros inferiores, devido a maior sobrecarga diária que recebem.

A Hipermobilidade, também conhecida como Frouxidão Articular, atinge em algum grau cerca de 30% da população e seus sintomas costumam aparecer ainda na infância, ou no início da fase adulta. Contudo, muitas vezes ela passa despercebida, sendo tratada como apenas entorses, tendinites, dores do crescimento e outras causas de dor.

Foi na escola que os primeiros sinais de que um dos alunos da academia Locatelli, de 10 anos, possuía frouxidão articular foram percebidos. Inicialmente, a desconfiança era de falta de coordenação motora, mas o menino também se queixava de dores no joelho e tornozelo após atividades físicas e executava movimentos
muito amplos das articulações. Durante as aulas de natação na Academia Locatelli, notou-se que ele precisava virar muito o tronco para realizar as respirações laterais, o que poderia denotar um movimento compensatório devido à redução de força muscular. Após avaliações multidisciplinares com médicos, fisioterapeutas, psicólogos
e educadores físicos, chegou-se a hipótese diagnóstica da Hipermobilidade Articular.

Daí então os pais do aluno conversaram com os educadores físicos da Locatelli, a professora Amanda Leal (coordenadora e personal da academia), e o professor Rodrigo Susart (personal da academia), que iniciaram um trabalho de treinamento individualizado para harmonizar a força muscular e equilíbrio. Diferente da musculação tradicional, neste caso as atividades são realizadas sem aparelhos, utilizando apenas o peso do próprio corpo e acessórios como barras e bolas para a execução dos exercícios.

“O treino tem como objetivo a melhora da força muscular, do equilíbrio, da lateralidade e da noção de espaço. Usamos bolas, elásticos e plataformas instáveis para exercitar a sua propriocepção, ou seja, a sua capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo; sua posição e orientação; a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação às demais, sem utilizar a visão”, - explicou Rodrigo, o personal que acompanha e orienta o jovem em seus treinamentos, duas vezes por semana. Ele conta ainda sobre a necessidade de trabalhar tudo de forma lúdica para garantir a frequência nos treinos. Tática que parece estar funcionando, já que o mais novo praticante de musculação da academia afirma estar “se divertindo e ficando forte; Cerca de dois meses após o início das atividades de fortalecimento muscular, os resultados já são percebidos na facilidade de execução das tarefas antes mais complexas. Uma conquista também para os pais. Eu e minha esposa estamos felizes, pois temos notado maior desenvoltura para realização das suas atividades cotidianas e escolares, o que tem se refletido no aumento da sua autoestima”, comentou Antônio Henrique, pai do menino, também frequentador da academia. Ele ressalta a importância do acompanhamento de seu filho por um profissional qualificado, no qual a criança possa se espelhar, e da escola, onde ele passa a maior parte de seu tempo, em ter percebido os primeiros sinais de algo incomum.
Spa Serra Morena