Boa noite!           Terça 07/12/2021   03:28
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Prefeitura assume as UPAS e apresenta Plano de Reestruturação da Rede de Urgência e Emergência
Prefeitura assume as UPAS e apresenta Plano de Reestruturação da Rede de Urgência e Emergência
Medidas anunciadas pela Prefeitura para salvar as unidades diante da falta de repasses do governo estadual foram aprovadas pelo Conselho Municipal de Saúde

09/01/2016 - 11:05 - O prefeito Rubens Bomtempo anunciou nesta sexta-feira (8/1), durante entrevista coletiva, que vai assumir, a partir de 1º de fevereiro, as duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS), Centro e Cascatinha.

O anúncio foi feito durante a apresentação do Plano de Reestruturação da Rede de Urgência e Emergência - Plano de Salvamento das UPAs, que tem como objetivo organizar os atendimentos na rede assegurando à população a manutenção de todas as portas de entrada do sistema - Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp (HMNSE), Hospital Alcides Carneiro (HAC), Pronto Socorro do Alto da Serra, Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) Centro e Cascatinha, e Serviços de Pronto Atendimento (SPA) Posse e Pedro do Rio - mesmo diante da falta de repasses do Governo do Estado.

Hoje, a dívida do governo estadual com a Prefeitura já chega a R$ 7,2 milhões. O documento aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde (Comsaúde) prevê redirecionamento de atendimentos de clínica médica e odontologia do HMNSE e de pediatria do PS do Alto da Serra para a UPA Centro. As mudanças são temporárias e serão amplamente divulgadas à população, de forma que todos saibam onde buscar os atendimentos de urgência e emergência em cada especialidade. 

O plano foi elaborado por um grupo de trabalho da Secretaria de Saúde, que nos últimos meses fez estudos técnicos de indicadores e custos nas unidades da rede de urgência e emergência. “Diferente do que foi apresentado pela Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, este plano elaborado pela secretaria de Saúde mantém todas as portas de entrada abertas, incluindo as UPAS, que estão consolidadas na nossa rede e prestam um atendimento de qualidade. Nosso principal objetivo foi manter todas as unidades abertas, em pleno funcionamento. As mudanças serão temporárias, valendo até que o governo do Estado pague o que é devido ao município e regularize o repasse. Com este plano vamos evitar que sejamos contaminados pelo caos em que se encontra a saúde no Estado do Rio de Janeiro. Se o governo do Estado abandonou as UPAS, nós vamos assumir”, disse o prefeito.

As mudanças propostas no plano vão garantir uma melhor organização do atendimento no HMNSE, que se firmará como atendimento de urgência de ortopedia e de psiquiatria. “Nos possibilitará uma reestruturação dos leitos 72 horas de psiquiatria, permitindo de fato sua humanização. E na ortopedia vamos fortalecer a integração com o HST que é referência neste tipo de atendimento”, ressaltou o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, acrescentando que, com a obra do Centro de Reabilitação de Adultos (CRA) do HMNSE e a ampliação da UTI passando de sete 10 para leitos, a população vai ganhar um novo Hospital Municipal.

No Pronto Socorro do Alto da Serra, as mudanças também irão humanizar o atendimento, uma vez que o espaço antes dedicado a pediatria passará a abrigar os pacientes de clínica médica. “O PS do Alto da Serra está sendo ampliado e vai ganhar um laboratório de análises clínicas. Essa obra, aliada às mudanças, vai garantir um atendimento muito mais qualificado e humanizado aos pacientes que procuram a unidade”, ressaltou o secretário de saúde.

Para atender a demanda, a UPA Centro passará a contar com sete médicos, quantidade superior à prevista nas portarias ministeriais que regulamentam as UPAS. “Estamos anunciando estas mudanças com quase um mês de antecedência e com o respaldo do Conselho Municipal de Saúde. É um momento importante de reorganização da rede para garantir os avanços e as conquistas da rede municipal de saúde”, frisou o prefeito.

Outra ação importante para o fortalecimento da rede municipal de urgência e emergência foi a criação de uma Câmara Técnica composta por representantes das unidades que irão discutir, analisar e propor fluxos para o atendimento das portas de entrada. Os encontros serão semanais e acontecerão na secretaria de Saúde. 

Veja como ficarão os atendimentos de urgência e emergência:

Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp – atendimento de ortopedia e psiquiatria.
Pronto Socorro do Alto da Serra – atendimento de clínica médica.
UPA Centro – atendimento de pediatria, odontologia e clínica médica.
UPA Cascatinha – atendimento de pediatria, odontologia e clínica médica.
Programação dos filmes em cartaz