Bom dia!           Terça 30/11/2021   11:45
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Bomtempo propõe Reunião com Outros Prefeitos e Governador para tratar de Financiamento das UPAS
Bomtempo propõe Reunião com Outros Prefeitos e Governador para tratar de Financiamento das UPAS
30/11/2015 - 20:16 - O Governo do Estado deu um prazo até sexta-feira (4/12) para dar uma definição sobre os repasses de custeio das Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) Centro e Cascatinha. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (31/11) durante reunião entre o prefeito Rubens Bomtempo e o secretário de Saúde, André Pombo, com o secretário de Estado de Saúde, Felipe Peixoto. Durante o encontro, Bomtempo propôs um encontro com o governador Luiz Fernando Pezão e outros prefeitos do Estado com o objetivo de discutir o financiamento das unidades e buscar nova pactuação em relação à participação do Estado no custeio das UPAS a partir de 2016.

“Precisamos enxergar uma nova perspectiva para 2016 e, para isso, precisamos, juntos, prefeitos e governador, promover uma nova pactuação. Vamos continuar lutando pela manutenção das UPAS. Estamos há mais de seis meses trabalhando para manter as portas das unidades abertas e vamos continuar fazendo isso, mas é importante que o Estado cumpra a parte que lhe cabe. Estamos desde o início do ano nos desdobrando para custear o que o Estado está deixando de repassar e, depois de sete meses sem receber, não temos mais como fazer isso”, disse o prefeito, que também informou a existência de estudo para plano de redimensionamento da rede, com o objetivo de manter as UPAS abertas. 

Para a reunião, o secretário de Estado de Saúde, Felipe Peixoto, recebeu apenas parte da comissão mista formada pelos funcionários das UPAS; representantes do Conselho Municipal de Saúde (Comsaúde), do governo e da Cruz Vermelha Brasileira do Estado do Rio de Janeiro. “Hoje mesmo (30/11) estarei levando essa demanda para o secretário de Fazenda e, depois, ao governador. Na sexta-feira vamos ter uma posição sobre esse assunto”, informou o secretário de Estado.  A dívida do Estado com a Prefeitura chega a R$ 5,6 milhões. Por mês, o governo do Estado deveria repassar ao município R$ 400 mil para o custeio de cada UPA.

Participaram da reunião o procurador do município, Marcus São Thiago; o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Marcus Curvello; dois funcionários das UPAS – coordenador da UPA Cascatinha Vicente Machado e o coordenador médico da UPA Centro Gabriel Vieira Machado - ; o presidente da Cruz Vermelha Brasileira do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Alberto Sampaio e o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor.  
Programação dos filmes em cartaz