Boa noite!           Segunda 22/07/2019   00:15
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Palestras e Workshops > Jornalista petropolitano lança ‘As Musas’ na Casa Cláudio de Souza dia 06/11 às 18h
Jornalista petropolitano lança ‘As Musas’ na Casa Cláudio de Souza dia 06/11 às 18h

 



Eduardo Lacombe sempre se sentiu atraído pelo universo feminino e mostra em seu livro essa paixão pelas mulheres.

27/10/2015 - 11:46 - Seis mulheres, dezenas de histórias. Carreira, homossexualidade, relacionamentos e autoestima são algumas das questões apresentadas na narrativa As Musas (Editora Mourthé), obra do jornalista Eduardo Lacombe. O autor recorre aos arquétipos das filhas de Zeus, o deus do Olimpo, para criar suas personagens e dar voz à Gabriela, Ludmila, Luciana, Mariana, Vera e Danielle, mulheres contemporâneas, com questões atuais. O lançamento do livro será no dia seis de novembro, na Casa Cláudio de Souza, em Petrópolis.

Segundo a mitologia, as musas eram nove, mas Platão apontava uma décima, a poetiza Safo. Das dez, seis foram usadas no livro: Clio, a musa da história (Mariana); Érato, a que desperta desejos (Luciana); Euterpe, da música (Vera);  Melpômene, da tragédia (Danielle); Safo, a dos amores proibidos (Gabriela); e Urânia, musa da astronomia e da astrologia (Ludmila).

Fui aluno de Gabriela e, portanto, testemunha de sua história. Convivi com Luciana nas noites de Copacabana. Conheci Danielle e Vera, e de Ludmila e de Mariana apenas ouvi falar. Mais famosas do que elas, ficaram suas amigas Camila e Jaqueline, que divulgaram suas histórias.

Falo de todas numa tentativa de mostrar que as  musas  sempre  nos inspiram,  de  formas  diferentes”, explica Lacombe. “As personagens têm características muito próprias e que poderiam, com facilidade, ser amadrinhadas, cada uma, por uma das nove filhas de Zeus”. 

Sobre o Autor

Eduardo Lacombe é petropolitano e mora no Rio de Janeiro há mais de 20 anos. Jornalista por formação, já passou pelas extintas redações do Diário de Notícias, Última Hora e Jornal dos Sports. Também, trabalhou na Editora Bloch nas revistas Manchete, Manchete Esportiva e Fatos & Fotos.

Acreditava que mudaria o mundo com suas reportagens e críticas, mas acabou tomado pelas editorias esportivas. Em Petrópolis, entre muitos trabalhos, foi editor da Tribuna de Petrópolis, Folha de Petrópolis e Coordenador de Comunicação da Câmara Municipal. Jorn

Sempre se sentiu atraído pelo universo feminino, muito certamente por ser de um núcleo familiar no qual as mulheres sempre exerceram papéis de liderança, apenas confirmando o preceito segundo o qual “ao lado de todo homem de sucesso há sempre uma grande mulher”.Pai de três filhas, inteligentes e bonitas, escreveu As musas para falar do universo feminino sob o seu ponto de vista. Lacombe apoia a causa feminista, mas deixa claro que não poderia falar da repressão à mulher sendo homem.

Editora Mourthé

A Editora Mourthé foi criada em 2012 com o objetivo de abrir espaço a literatura brasileira e aos que se empenham em apontar caminhos e soluções para os problemas atuais da humanidade. A Editora tem como objetivo informar para conscientizar. A editora Mourthé tem como critério editar o melhor que encontra. Seus lançamentos nos segmentos de História, Religião, Ficção e Infantil, as publicações refletem essa filosofia.

Títulos: Arnaldo Mourthé, História e colapso da civilização 2012; Claudia Mourthé (organizadora) Mensagens de Mari. 2012; Rafael Bressane, A Minhoca Sonhadora, 2013; Arnaldo Mourthé, Reflexões: tentando ver o mundo com outros olhos, 2014; Almeri Bezerra de Mello, Oropa, França E Bahias...  2015,Eduardo Lacombe, As Musas 2015; Claudia Mourthé, 2015, Os guardiões do GRAAL.

SERVIÇO:

As Musas (Editora Mourthé)

Autor: Eduardo Lacombe
Número de páginas:  272
Preço sugerido: R$ 48,00
Lançamento: 6 de novembro de 2015, sexta-feira
Local: Casa Cláudio de Souza – Praça da Liberdade – Petrópolis
Horário: 18h às 21h

Programação dos filmes em cartaz