Boa tarde!           Domingo 27/09/2020   14:25
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Prefeitura realiza Reuniões de Trabalho com o INEA para Tratar do Aterro Controlado de Pedro do Rio
Prefeitura realiza Reuniões de Trabalho com o INEA para Tratar do Aterro Controlado de Pedro do Rio

23/10/2015 - 19:09 - Um dia após reunião entre o prefeito Rubens Bomtempo e o governador Luiz Fernando Pezão para discutir soluções para o aterro controlado de Pedro do Rio, o presidente da Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), Anderson Cruzick (Kaxuxa), e o secretário de Meio Ambiente, Almir Schmidt, se reuniram com representantes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para discutir os próximos passos do trabalho no espaço. Já na próxima semana a Prefeitura vai apresentar ao instituto projeto de engenharia prevendo a solução proposta pelo município, o que deverá abrir caminho para a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para ações no local. Com o acordo, a Prefeitura mantém o trabalho de adequação seguindo orientação do próprio instituto, e obtém autorização temporária, por 90 dias, para despejo, no aterro, do lixo domiciliar produzido na cidade, acabando com uma despesa mensal de R$ 700 mil para levar os resíduos a aterro em outro município.

“Já trabalhamos muito para adequar o aterro e as intervenções irão continuar. O encontro de hoje evidencia ainda mais o empenho do município em solucionar esta questão. Vamos continuar atuando e esperamos obter a licença o mais rapidamente possível. Arcar com essa despesa para levar o lixo para outro município tem sido muito difícil, especialmente neste momento de crise em que o país atravessa”, disse o presidente da Comdep, lembrando que, ao assumir o governo em janeiro de 2013, o prefeito Rubens Bomtempo encontrou o aterro funcionando sem licença e com inúmeras irregularidades. “Investimos mais de R$ 3 milhões em adequações. Com as melhorias realizadas pela Prefeitura no aterro, o acondicionamento do lixo - cerca de 250 toneladas por dia - passou a ser realizado de forma correta, obedecendo as normas ambientais”.

O Termo de Ajustamento de Conduta vai contar com o plano de ação com cronograma das intervenções que deverão ser realizadas no espaço, como a complementação da drenagem no terreno e um estudo geotécnico. O objetivo desse documento é respaldar a utilização do aterro, após o término do prazo de três meses, até que o aterro sanitário previsto no Consórcio Público para Manejo de Resíduos Sólidos da Região Serrana II, que será implementado em Três Rios, saia do papel. O consórcio envolve as cidades de Petrópolis, Três Rios, Areal, Comendador Levy Gasparian, Paraíba do Sul e Sapucaia.

Programação dos filmes em cartaz