Boa noite!           Sexta 18/10/2019   23:27
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Alerj Informa > Armamento da Guarda Municipal será discutido por Frente Parlamentar
Armamento da Guarda Municipal será discutido por Frente Parlamentar

31/08/2015 - 17:43 - A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) poderá ter uma frente parlamentar para debater as condições de trabalho e a proposta de armamento das guardas municipais do Estado - possibilidade aberta pela Lei Federal 13.022/14. A formação da Frente será capitaneada pelo deputado Jorge Felippe Neto (PSD), que presidiu, nesta segunda-feira (31/08), audiência da Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia da Alerj, que recebeu centenas de agentes para debater o tema no plenário da Casa.
 
"Diante da controvérsia sobre armar, não armar, e o real papel das guardas na segurança, estamos proponto uma frente parlamentar para que se debata esse tema de forma mais ampla. As guardas podem e devem colaborar muito. Só na cidade do Rio são sete mil guardas", afirmou Jorge Felippe, que é favorável apenas ao uso de armas não letais pelos agentes municipais.
 
Antes da audiência, guardas de diversas cidades do Rio fizeram uma manifestação, denominada "Marcha Azul", que percorreu ruas do Centro e terminou na Alerj. Um dos representantes do movimento, o guarda do município do Rio Jonas Moura defendeu o armamento dos agentes. "Entendemos que segurança pública não se faz mais de cassetete. Precisamos ser treinados e qualificados para atuarmos, armados, na proteção do cidadão", defendeu. 
 
Qualificação

Outro defensor da medida na audiência foi o deputado federal Índio da Costa (PSD-RJ), que ressaltou, no entanto, a necessidade de treinamento antes da introdução de armas de fogo. "Temos que preparar as guardas, qualificar para isso, e, como consequência, dar os instrumentos para que ela possa realizar seu trabalho estando armada. Não é sair armando a guarda de qualquer maneira", afirmou. 
 
A audiência contou com a participação do comandante da Guarda Municipal do Rio, Rodrigo Fernandes, do presidente da Conferência Nacional dos Guardas Municipais, Oséias Francisco, dos deputados Zaqueu Teixeira (PT), Coronel Jairo (PMDB) e Martha Rocha (PSD) e da ONS SOS Pela Vida.
 
(Texto de André Coelho e Carolina Lessa)

Programação dos filmes em cartaz