Boa tarde!           Segunda 24/02/2020   17:12
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Alimentação > Emater-Rio promove demonstração de poda verde do caqui
Emater-Rio promove demonstração de poda verde do caqui

Atividade reuniu técnicos e produtores de Trajano de Moraes

29/10/2013 - 11:22 - A poda verde do caqui, retirada cuidadosa de partes inúteis da planta, pode aumentar a produtividade da lavoura e garantir frutos de maior qualidade. Para promover esta técnica, o escritório local da Emater-Rio de Trajano de Moraes realizou, na última sexta-feira (25/10), uma demonstração prática nas localidades Gravatá e Tirol, ambas na microbacia Alto Macabu. O evento reuniu agricultores de cinco localidades do município e foi conduzido pelo engenheiro agrônomo e supervisor da Emater-Rio na região Serrana, Alexandre Jacintho Teixeira.

“Até pouco tempo, a poda não era tratada com a devida importância. Isso por causa da aceitação de frutas de baixa qualidade pelo mercado e da insegurança dos fruticultores em realizar tal prática. A poda bem feita pode garantir o sucesso dessa cultura”, explicou Alexandre, autor de várias publicações sobre fruticultura.

Os participantes acompanharam demonstrações de poda em duas propriedades rurais. O primeiro sítio visitado foi do produtor Varley Ouverney, que vive há 30 anos no Gravatá e já adota práticas sustentáveis de manejo. Na ocasião,  Alexandre fez uma avaliação técnica de pés já podados e repassou instruções sobre a continuidade da tarefa. “A poda é um serviço que precisa ser conduzido necessariamente pelo dono da lavoura. É ele que tem noção da produtividade do caquizeiro”, explicou.

A segunda lavoura visitada foi da produtora Adriana Campos, que cultiva 1.900 pés de caqui das variedades mikado e giombo, todos comercializados nas regiões Serrana e Norte Fluminense. “Essas atividades práticas são essenciais. Sem elas, dificilmente saberia conduzir a poda verde. Sempre temos coisas novas para aprender”, disse a anfitriã, que produz a fruta há quase três anos com auxílio do marido.

Durante as demonstrações, um dos instrumentos utilizados nos cortes foi o desbrotador, uma ferramenta caseira constituída por um cabo de vassoura, abraçadeiras e parte de um esticador de ferro ou de um gancho. Ele é útil em situações onde o agricultor não consegue alcançar facilmente os brotos com as mãos.

A atividade foi um desdobramento do quarto encontro técnico do caqui, realizado em julho, onde foram abordados temas como controle fitossanitário, poda seca do caquizeiro, acesso a mercados institucionais e padronização de embalagens. Segundo a Emater-Rio, a Serra é a maior produtora de caqui do território fluminense, com mais de 630 hectares plantados e produção anual de 17 mil toneladas da fruta.

Programação dos filmes em cartaz